domingo, 30 de dezembro de 2012

to: i

  Trás-me um certa melancolia olhar estas rapariguinhas que hoje têm 13, 14 ou 15 anos e ouvi-las dizer que encontraram o amor da vida delas, para uma ou duas semanas depois andarem a soluçar pelos cantos porque o dito amor da vida delas as deixou, as enganou e por aí alem. Este texto é para vocês.
  Minhas lindas, o amor não é algo que se encontra em cada esquina, não podem confundir uma paixão ou uma simples atracção com o amor, é até uma ofensa que o façam, não não importa, é uma fase de aprendizagem. Não se podem deixar enganar por qualquer um que seja carinhoso, que vos chame princesa e diga "quero-te para sempre", essas coisas são meros pormenores ao lado do que é realmente demonstrar que se ama, "palavras, leva-as o vento" , é preciso atitudes, é preciso atenção, é preciso empenho, é preciso AMOR, e isso não é algo que se encontra em qualquer um.
  Acredita que ainda vais cair muitas vezes, vais cometer erros, vais-te deixar enganar, vais sofrer, vais chorar, mas também vais aprender, crescer e tornar-te mais forte, e quando realmente o AMOR chegar vais valorizá-lo mais, vais senti-lo mais, vais chegar ao auge da felicidade. E não penses que és a única que passa por isso, todas passamos, todos batemos lá no fundo, todos nos perdemos..
  Eu tive a grande sorte de ter uma pessoa muito especial, que quando eu estava lá bem no "fundo do poço" me disse "minha linda, podes ter o coração a doer de tanto sofrimento agora, para daqui a uns tempos estar a doer de felicidade", eu agarrei-me a isto, voltei a ter esperança e a lutar por mim, e cá estou eu hoje, imensamente feliz.
  Digo-vos então o mesmo, não desesperem, é uma fase e se vocês lutarem pela vossa felicidade vão conseguir sair dessa tristeza e sofrimento que parece que nunca vai terminar. Acredita em ti, tem esperança, "nem todos os dias são de chuva".

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Às vezes.

às vezes torna-se difícil suportar uma dor em silêncio. às vezes expludo sem olhar para quem está à volta. às vezes fico farta de esconder e liberto o turbilhão de sentimentos que tenho cá dentro. às vezes não dá para fingir que não magoa e ter um sorriso na cara, às vezes simplesmente caio.  

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

liberdade

sabes quando sentes dentro de ti aquele desejo de liberdade, de querer simplesmente vaguear por aí, sem preocupações, apenas olhar o mundo... não,VER o mundo como nunca o vimos antes, prestar atenção aos detalhes que a agitação do dia-a-dia  não nos deixa ver. Viver sob outras perspectivas,  repensar os objectivos, deixar tudo para trás e ser livre... Quem me dera ter a coragem de poucos.

sábado, 3 de novembro de 2012

um turbilhão de sentimentos percorrem o teu ser e tu, sem os revelar, sorris. Um daqueles sorrisos vazios que escondem uma lágrima.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

random

e amar é algo tão puro e tão natural que muitas vezes o fazemos e nem damos por isso.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

"amo-te"

eis umas ideias soltas que traduzem a minha opinião sobre a banalidade em que se tornou o uso da palavra amo-te.
ora andam por aí certos aspirantes a seres humanos que deduzem que uma paixoneta de verão, ou uma atracção ardente é na verdade um amor eterno e intocável. digo-vos meus caros, que amor é algo superior, é respeito, é comunicação, é sentimento, é entrega, é vida.
amar alguém não é algo que se "faça" da noite para o dia, é necessário tempo, dedicação, vontade, saudade, carinho, paciência. e quando o amor chega, sem avisos, tu apenas sabes, o teu coração sabe, e quando a palavra amo-te é dita, soa verdadeira, e tu sentes com cada milímetro do teu corpo o poderoso sentimento que essa palavra em si contém.
um amo-te não passa de uma conjugação de letras, quando dito sem amor, mas é uma conjugação transbordante de sentimentos quando dita do coração.

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

lágrima

uma lágrima carrega em si um turbilhão de emoções.
pode em si conter um amo-te não revelado, uma saudade infinita, um amor despedaçado, uma paixão escondida. pode carregar dor, sofrimento, desilusão, paixão, arrependimento, o certo é que carrega uma emoção.
podemos chorar de alegria e ainda assim as lágrimas estão repletas de emoções.
chorar alivia a alma e acalma o ser. o ato de chorar é o exaltar de uma emoção, seja ela qual for.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

diz-me

diz-me que isto não é um sonho. diz-me que vais cuidar de mim. diz-me o que sentes. diz-me tudo porque eu preciso de saber. preciso de saber que isto não é apenas um capitulo mas sim o livro inteiro. preciso de ti mais do que nunca, preciso dos teus beijos, dos teus abraços, das tuas piadas. preciso das nossas conversas sem sentido, dos nossos olhares, dos nossos "eu adoro-te", dos nossos momentos. porque esses momentos, são os meus favoritos, fazes-me feliz como nunca ninguém fez. por favor diz que não é um sonho, que não te vais fartar e ir embora, que não me vais desiludir. diz-me que ficas comigo.