segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Às vezes.

às vezes torna-se difícil suportar uma dor em silêncio. às vezes expludo sem olhar para quem está à volta. às vezes fico farta de esconder e liberto o turbilhão de sentimentos que tenho cá dentro. às vezes não dá para fingir que não magoa e ter um sorriso na cara, às vezes simplesmente caio.  

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

liberdade

sabes quando sentes dentro de ti aquele desejo de liberdade, de querer simplesmente vaguear por aí, sem preocupações, apenas olhar o mundo... não,VER o mundo como nunca o vimos antes, prestar atenção aos detalhes que a agitação do dia-a-dia  não nos deixa ver. Viver sob outras perspectivas,  repensar os objectivos, deixar tudo para trás e ser livre... Quem me dera ter a coragem de poucos.

sábado, 3 de novembro de 2012

um turbilhão de sentimentos percorrem o teu ser e tu, sem os revelar, sorris. Um daqueles sorrisos vazios que escondem uma lágrima.